Quando a FOX anunciou, a dado momento, que a distribuição e responsabilidade do serviço técnico das suas suspensões ia ficar a cargo da BICIMAX, em Portugal, foram muitos os que erradamente levaram as mãos à cabeça. Mas o tempo veio dar razão aos dirigentes da FOX e acabou com o medo dos mais receosos.
 

TROFEO-5_OK

A oficina localizada na Marinha Grande, em pleno centro do país, é uma das mais eficientes entre as oficinas que a FOX tem espalhadas pelo mundo e a prova está no galardão que recebeu este ano na convenção anual de distribuidores, na qual a BICIMAX foi nomeada como o melhor Serviço Técnico Oficial FOX externo.

Embora, no início, a oficina tenha ocupado um pequeno espaço no armazém da BICIMAX, depressa foi transferido para as novas instalações contíguas, perfeitamente acondicionadas, com seis bancadas de trabalho totalmente equipados, onde um grupo de nove pessoas se encarrega, a cada dia, de dar entrada e saída às garantias, reparações e modificações/afinações que os utilizadores solicitam à nossa oficina. Nesta oficina também se leccionam os cursos especializados que recebem aquelas lojas que pretendem ter a certificação oficial da FOX.

Taller_FOX_Bicimax_OKNADA É POR ACASO
Dizem que as coisas nunca acontecem por acaso ou por sorte. Talvez haja, sim, um pouco de ambas em cada acção humana; no entanto, de nada serve essa sorte se não for acompanhada de um bom trabalho e planificação.

Na oficina da BICIMAX há duas palavras que são quase uma obsessão. A primeira de todas é a formação dos nossos técnicos, que é constante durante todo o ano e necessária num universo tão técnico e especializado como é o das suspensões. De três em três meses, aproximadamente, dois dos nossos técnicos deslocam-se às instalações da FOX na Suíça ou nos EUA para se porem a par das novidades técnicas que saíram, dos kits de melhoramento e até mesmo para darem opinião sobre os materiais ou ferramentas que poderiam ser melhorados.

A segunda obsessão é a eficiência, embora quando se realiza uma média de 12 mil reparações anuais exista obviamente um lógico e inevitável número de incidências.

AS PESSOAS
Um responsável pelo serviço ao cliente, um chefe de oficina, seis técnicos especializados e um responsável pelo envio e recepção de encomendas.
Esta é a equipa de pessoas que compõem o Serviço Técnico Oficial da FOX na BICIMAX, todas elas repartidas em postos de trabalho independentes e equipados com todas as ferramentas necessárias para realizar qualquer tipo de reparação.

A formação dos nossos técnicos é contínua, durante todo o ano.
A cada dois ou três meses há deslocações à central da FOX Europa para ver as novidades e até reportar melhorias de método

Todos os nossos técnicos são capazes de arranjar qualquer produto FOX, apesar de, logicamente, cada um se ter especializado em áreas concretas, o que permite detectar melhor os problemas e encurtar os prazos

À excepção da Paula Simões e do António Sousa, que se ocupam dos envios, toda a equipa é capaz de tratar de qualquer problema técnico de olhos fechados, quer se trate de um amortecedor, suspensão ou espigão de selim, embora com o tempo cada um deles se tenha especializado numa linha de produtos concreta, o que melhora a qualidade do trabalho e reduz os tempos de entrega.
Uma curiosidade… Se repararem nos nomes, vão ver que cinco deles têm como apelido Pereira. Pois bem, é pura coincidência. Na verdade, não há qualquer grau de parentesco entre eles. O que têm em comum, e isso podemos garantir, é uma enorme simpatia

1_Taller_RicardoSousa_Bicimax_gris
RICARDO SOUSA 
Nosso chefe de oficina
É o comandante, o que leva a batuta. Embora, verdade seja dita, tenha a tarefa facilitada, porque nunca precisa de dar um grito ou fazer uma reprimenda nesta pequena orquestra em que toda a gente sabe muito bem o quê e quando há-de tocar para não desafinar.
Ainda que o seu dia-a-dia seja com a orelha colada ao telefone e os dedos a martelar as teclas do computador, é capaz de desmontar e tornar a montar qualquer produto num piscar de olhos e com todo o esmero.
Na verdade, é um habituée nas formações da FOX na Suíça e ao mesmo tempo é o responsável máximo por ministrar as formações às lojas que querem obter a certificação de Serviço Oficial. Outra das suas funções é decidir o que entra e o que não entra na garantia. Nessa matéria ninguém lhe dá a volta.
Os seus interesses? Adora motas de estrada, especialmente as “RR” de grande cilindrada, e CrossFit. Se vissem os seus braços, perceberiam logo.
2_Taller_RicardoRey_Bicimax_naranja
RICARDO REY 
A ligação espanhola
Trabalha na Bicimax há mais de um ano e antes disso nada tinha que ver com o mundo das bicicletas, que estavam na sua vida simplesmente como um gosto pessoal. Mas, um dia, propusemos-lhe vir viver para Portugal para fazer a ligação com as lojas espanholas e ele não pensou duas vezes, talvez porque não imaginou a quantidade de casos bicudos que teria de solucionar por telefone. Duas semanas depois queria fazer as malas e voltar para casa, mas certo dia acordou de manhã decidido a aprender todos os segredos do ofício. Agora já é capaz de efectuar qualquer tipo de reparação e não há cliente que lhe falhe com as peças e as referências, e até já se atreve com as chamadas em português. A sua nova fixação é aprender também inglês, por isso não se surpreendam se algum dia vos atender o telefone num dialecto estranho.


3_Taller_Mario Custodio_Bicimax_naranjaMARIO CUSTÓDIO 
O eterno sorriso
Não o dizemos por dizer: ao entrar pela porta dá-se de caras com o seu largo sorriso, e fica logo à vista toda a sua amabilidade. Quando era mais novo diziam que era igual ao Harry Potter e acreditamos que sim.

Mário, ou Marinho, como lhe costumamos chamar, é outro dos técnicos que são presença constante nas formações da FOX na Suíça, para depois transmitir aos colegas aquilo que aprendeu. É igualmente uma peça fundamental nas formações que são dadas às lojas. A sua especialidade são os amortecedores… todo o tipo de amortecedores. E apesar de viver na Nazaré, a meca do surf mundial, o seu maior interesse são as bicicletas, tanto de montanha como de estrada, que tem divididas entre a sua casa e a dos pais. As más línguas dizem que se a sua mulher descobrisse quantas tem realmente, o poria fora de casa.

5_Taller_Rui Martins_Bicimax_naranja RUI MARTINS 
Que faríamos sem ele?
Ao contrário do Marinho, ri-se pouco, mas não se deixem enganar: é uma pessoa excepcional, um líder silencioso escondido sob a capa da timidez. É possível ser um líder e ser tímido em simultâneo? Sim, sem dúvida. Quando o vemos na oficina, damo-nos conta de que é ele quem transmite tranquilidade aos outros. Um problema que não se está a conseguir solucionar, uns casquilhos que se recusam a sair, umas bainhas que não entram bem… Todos esses problemas acabam por sucumbir à habilidade das suas mãos de cirurgião. Se pedirem aos colegas para o definirem, dir-nos-ão que é o rei da oficina, o expert, o craque, o único que pode fazer tudo com uma perna às costas. Quanto aos seus passatempos, não podemos dizer quais são porque não sabemos, é um segredo dele. Mas certamente que os tem.


ANTÓNIO PEREIRA 
A voz da experiência
É um dos técnicos que está há mais tempo na oficina da Bicimax. Já foi o responsável máximo, mas prefere resolver os problemas técnicos do que os telefónicos. A sua idade e experiência tornam-no um especialista em tudo. Um homem multifunções, capaz de enfrentar qualquer problema.
À primeira vista exibe um semblante sério, mas quando começamos a falar com ele apercebemo-nos de que era só uma barreira de protecção, e o melhor é que fala um espanhol perfeito e um inglês melhor ainda: tem mesmo o dom de ser poliglota. Em conjunto com Mário, é outro dos que passa o tempo todo em cima da bicicleta, embora ultimamente lhe tenha dado para o Trail Running e já não seja tão claro quais são as suas preferências. Da mesma forma que, se um dia vos desafiar para irem dar uma volta e fazer uma caminhada, não se fiem nele ou ficam feitos num oito.

6_Taller_Daniel Pereira_Bicimax_naranjaDANIEL PEREIRA
Conquista-as com o olhar
Porque estamos em Portugal, ele fala português e tem como apelido Pereira. Se não fosse isso, Daniel poderia perfeitamente passar por um daqueles italianos “matadores” que, se nos descuidarmos, rouba-nos a namorada sem dizer uma palavra, só com o olhar e o sorriso. É dos elementos mais jovens da oficina, mas não se deixem enganar: pelas suas mãos passam as reparações mais difíceis e delicadas, ou seja, os Brain da Specialized e os DYAD RT2 da Cannondale. Com isto está tudo dito.
Estudou Belas-Artes e trabalhou muito tempo numa gráfica antes de ingressar na Bicimax, tal como também é o nosso trunfo quando temos de encomendar T-shirts, autocolantes, cartazes, etc. Por certo, se alguma vez forem com ele a um concerto, mantenham-no sob o vosso radar. Se o perdem de vista durante um segundo, poderão dar com ele de microfone na mão, a cantar em cima do palco; essa é a sua outra paixão.
7_Taller_Paulo Pereira_Bicimax_naranjaPAULO PEREIRA 
Pedalar e dançar
Mário e Paulo têm duas coisas em comum: a paixão pelas bicicletas e esse sorriso permamente que contagia de alegria, calma e tranquilidade. Mesmo que a oficina esteja atulhada em trabalho e se respire uma certa tensão no ar, ele limita-se a olhar-nos, sorrir e sem abrir a boca está a dizer-nos para termos calma, que não faz mal, tudo se há-de resolver. Embora perceba de tudo, a sua especialidade é a reparação dos cartuchos hidráulicos das suspensões. Sabe todos os segredos dos cartuchos FIT, os seus pontos fortes e fracos, e tem uma sensibilidade especial para as afinações. A sua bicicleta é das que está mais bem afinada e não é por acaso. Trabalhou muito tempo em França na montagem de bicicletas.
Se lhe perguntarem o que fez no fim-de-semana, a resposta é sempre a mesma: bicicleta e escola de dança, onde vai com a mulher e os filhos.

8_Taller_Christopher Pereira_Bicimax_NaranjaCHRISTOPHER PEREIRA
O homem dos espigões de selim
Se quiser debater com alguém se os espigões de selim telescópicos devem ou não ter tolerância a um certo movimento, procure o Christopher para lhe dar a única resposta que existe, porque pelas mãos dele passam todos os espigões de selim DOSS que entram na oficina.
Embora possamos adiantar que é um homem de enorme sorriso mas de parcas palavras, pelo menos até ultrapassar a barreira inicial da timidez.
Para deitar abaixo esses pequenos muros de comunicação há duas opções: falar sobre a complexidade técnica de um amortecedor Brain (ele e o Daniel, são os grandes especialistas neste tipo de amortecedores) ou começar a falar de carros de modelismo, que são a sua grande paixão.
Na Bicimax pudemos comprová-lo, porque não pescamos nada de modelismo, mas diz quem sabe do tema que ele é um génio na preparação e modificação de pequenos motores.